sábado, 11 de marzo de 2017

Sonhei com o lar perdido


De noite e iluminada é como eu via
Com profusão a sala que sonhei,
Aquela em que feliz eu me sentia,
Aquela do meu lar que tanto amei.

Sonhei com esse lar que tive outrora
Composto de paredes e de portas,
Janelas ao poente e para a aurora
E aquelas ilusões que julguei mortas.

Assim que abandonando o que fazia,
Correndo ao velho lar foi que parti,
Mas antes de chegar eu pressentia

Que já ninguém morava mais ali:
A sala familiar está vazia!!
A sala desse lar que eu já perdi!!

J. Martín

No hay comentarios:

Publicar un comentario